26 de maio de 2009

24 de maio de 2009

De dois, um

Essa semana alguns planos futuros começaram a tomar forma. E eles tomaram uma atenção especial. E conforme o tempo foi passando, eu pensei (com meus botões): "E o que Deus acha disso? Estou querendo isso e aquilo, mas o que Deus está pensando de tudo isso?"..Naquela noite, antes do meu devocional particular, orei colocando esses meus desejos em Suas sábias mãos. E na leitura bíblica foi a seguinte:
Mateus 6: 25-34:
- Por isso eu digo a vocês: não se preocupem com a comida e com a bebida que precisam para viver nem com a roupa que precisam para se vestir. Afinal, será que a vida não é mais importante do que a comida? E será que o corpo não é mais importante do que as roupas?
Vejam os passarinhos que voam pelo céu: eles não semeiam, não colhem, nem guardam comida em depósitos. No entanto, o Pai de vocês, que está no céu, dá de comer a eles. Será que vocês não valem muito mais do que os passarinhos?
E nenhum de vocês pode encompridar a sua vida, por mais que se preocupe com isso.
E por que vocês se preocupam com roupas? Vejam como crescem as flores do campo: elas não trabalham, nem fazem roupas para si mesmas.

Mas eu afirmo a vocês que nem mesmo Salomão, sendo tão rico, usava roupas tão bonitas como essas flores. É Deus quem veste a erva do campo, que hoje dá flor e amanhã desaparece, queimada no forno. Então é claro que ele vestirá também vocês, que têm uma fé tão pequena! Portanto, não fiquem preocupados, perguntando: "Onde é que vamos arranjar comida?" ou "Onde é que vamos arranjar bebida?" ou "Onde é que vamos arranjar roupas?" Pois os pagãos é que estão sempre procurando essas coisas. O Pai de vocês, que está no céu, sabe que vocês precisam de tudo isso. Portanto, ponham em primeiro lugar na sua vida o Reino de Deus e aquilo que Deus quer, e ele lhes dará todas essas coisas. Por isso, não fiquem preocupados com o dia de amanhã, pois o dia de amanhã trará as suas próprias preocupações. Para cada dia bastam as suas próprias dificuldades.


Eu adorei a minha reposta de oração - e foi instantânea. Como diz minha amiga Gi: foi um recadinho do céu! E foi expresso !!!! Porém (sempre há poréns), me organizar não faz minha fé diminuir ou parecer fraca: faz parte do processo, mas eu sei que tudo do que eu pedir para Deus, que esteja dentro da vontade dEle, será feito!
Buscando mais sobre essa passagem, achei o seguinte comentário no Manual Bíblico SBB:
"As pessoas podem escolher suas prioridades. Elas podem correr atrás do dinheiro e bens materais, como podem dar maior importância a Deus e assuntos espirituais. Mas não podem fazer as duas coisas ao mesmo tempo (...) Aqueles que colocam Deus em primeiro lugar podem ter a certeza de que ele conhece todas as suas necessidades e não deixará de suprí-las. Não precisam se preocupar".


Desejo que vocês possam também ser confortados com essa passagem. Que suas necessidades possam estar guardadas em Deus...
Fiquem com Deus... tenham uma ótima semana !
:D

22 de maio de 2009

Para Refletir ... e Produzir Mudança


“O tipo de Deus que agrada a maioria teria hoje uma disposição fácil quanto à tolerância de nossas ofensas. Ele seria amável, gentil, acomodatício, e não possuiria ação violenta. Infelizmente, até mesmo na igreja perdemos a visão da majestade de Deus. Há tanta superficialidade e frivolidade entrenós. Os profetas e os salmistas provavelmente diriam de nós que não temos o temor de Deus perante nossos olhos. Na adoração pública, é nosso hábito sentarmos de qualquer modo; não ajoelhamos hoje em dia, muito menos nos prostramos em humildade diante de Deus. É mais provável que batamos palmas de alegria do que nos enrubesçamos de vergonha ou lágrimas. Vamos a presença de Deus reivindicando seu patrocínio e amizade; não nos ocorre que ele pode nos mandar embora. Precisamos ouvir novamente as palavras ajuizadas do apóstolo Pedro: “Se invocais como Pai aquele que, sem acepção de pessoas, julga segundo as obras de cada um , portai-vos com temor durante o tempo da vossa peregrinação”. Em outras palavras, se ousamos chamar nosso Juiz de Pai devemos livrar-nos da presunção. É preciso dizer que nossa ênfase evangélica na expiação é perigosa se chegamos nela rápido demais.


Só aprendemos a apreciar o acesso a Deus que Cristo ganhou para nós depois de primeiro termos visto a inacessibilidade de Deus aos pecadores.Só podemos gritar “Aleluia” com autenticidade depois que primeiro tivermos clamado: “Ai de mim que estou perdido”.Nas palavras de Dale: “é em parte que o pecado não provoca a nossa própria ira, que não cremos que provoque a ira de Deus”
[John Stott, A Cruz de Cristo, página 98]

19 de maio de 2009

Apaixonando-se pela Mulher Frankenstein [por Marcos Botelho]


Alguns pensam que Jesus pegou muito pesado com os casados quando declarou que “qualquer que olhar para uma mulher desejando-a, já cometeu adultério” (Mt5:28). Eu não concordo.

O grande problema é que Jesus sabia do perigo do fenômeno chamado “amante Frankenstein”. Vou tentar explicar melhor.

Não tem como um relacionamento estar “nas oitavas maravilhas” o tempo todo e é quando o nosso relacionamento está em baixa que o perigo do fenômeno aparece.

Vamos usar o exemplo de um homem que está passando por uma fase mais difícil no casamento: depois de um dia estressado ele sai para dar uma volta e percebe uma menina que ao passar troca um olhar e um sorriso provocante com ele, ele registra esse momento em seu coração, pois está frágil e acredita que não tem nada demais, afinal,foi apenas um sorrisinho.

No outro dia, a secretária do seu chefe veio com um vestidinho muito provocante, e ela para pra perguntar algo que ele já nem se lembra , pois não conseguiu tirar os olhos do vestido.Ele registra o vestido em sua mente, que por sinal era muito bonito mesmo.

O problema é que três dias depois, ao abrir a sua caixa de e-mail, viu que recebeu um Spam com a propaganda da Playboy daquele mês, ele nem clicou na foto, pois sabe que pode ser vírus, mas ficou encantado com os seios maravilhosos daquela atriz. E assim foi, dia após dia, com pequenas olhadas e inocentes registros montando uma mulher “perfeita” em sua mente. O que ele não sabe, ou não quer saber, é que esta mulher vai ganhar vida e se chamará mulher Frankensein.

Quem nunca ouviu, pelo menos de forma rápida, a história do monstro Frankenstein, a história de um cientista chamado Victor que, insatisfeito com sua vida, constrói uma criatura com partes humanas e dá vida a ela. A criatura que foi denominada com o sobrenome do seu criador, Frankenstein, com o tempo percebe que era diferente de todos os homens e não tinha uma parceira à altura. O monstro exige que seu criador, Victor, crie uma companheira para ele, e quando Victor se recusa a fazer tal coisa o monstro o ameaça e o persegue até matá-lo.

É isso que acontece quando o amante ou a amante Frankenstein ganha vida, a pessoa que está do teu lado, às vezes durante anos, e que tem feito de tudo por você, não tem mais valor. Não é como a mulher perfeita de nossas mentes a mulher Frankenstein. E esse monstro que agora ganhou vida te perturba e se mistura com você, cobra para si um par perfeito.

É quando você tenta fugir e é tarde demais. O monstro vai atrás de você até matar seu casamento com uma outra mulher qualquer, que não chegava aos pés da sua, mas que você, na escuridão de sua mente, a incorporou a sua amante chamada Frankenstein.

Sei que este artigo acabou em uma tragédia, assim como a história de Frankenstein também. Por isso é que Jesus já avisa que o adultério está no coração e que tudo começa com um simples olhar.

14 de maio de 2009

Leitura Obrigatória ...


A leitura obrigatória que tenho que fazer é a obra de John Stott, A Cruz de Cristo.
Ontem, o que chamou a minha atenção (e me fez refletir) foi o capítulo "Por que Cristo morreu?". O autor faz uma lista das possíveis pessoas que "mataram" Jesus. Stott conduz o leitor para os motivos que cada um entregou Jesus a cruz: os soldados romanos, Pilatos, os povo judaico e seus sacerdotes, Judas Iscariotes...
O autor não fala, mas eu incluiria os discípulos também. Na minha opinião, que não ajuda a livrar, ajuda a condenar. Stott incluiu a nós nesse processo, como eternos devedores por tamanho amor.
Deixo para vocês um trecho...:



"Na busca do ganho material os seres humanos têm descido às profundezas da depravação. Os magistrados tê, pervertido a justiça por suborno, como os juízes de Israel de quem Amós escreveu: "Vendem o justo por dinheiro, e condenam o necessitado por causa de um par de sandálias" (2:6). Os políticos têm usado o seu poder para a concessão de contratos ao que faz uma proposta melhor, e os espiões têm descido ao ponto de vender ao inimigo os segredos de seu país. Os negociantes têm feito transações desonestas,pondo em perigo a prosperidade de outros a fim de ganhar mais. Até mesmo professores supostamente espirituais têm tranformado a religião em uma empresa comercial, e alguns ainda hoje o fazem, de modo que o candidato ao pastorado recebe a advertência: não seja amante do dinheiro. O linguajar de todas essas pessoas é o mesmo que o de Judas: dependendodo que me derem, eu o entregarei a vocês. Pois todo mundo tem o seu preço, asseverao cínico, desde o assassino contratado, diposto a pechinchar a vida de alguém, ao mais baixo oficialque atrasa a emissão de um documento ou passaporte enquanto não receber o seu suborno. Judas não foi excessão. Jesus dissera que é impossível servir a Deus e ao dinheiro. Judas escolheu o dinheiro. Muitos outros têm feito o mesmo". (página 50)



É muito fácil acusar as pessoas pelas atitudes erradas que elas tomam.

É fácil apontar o dedo e julgar. Lavar as mãos é fácil. Difícil é aceitar que somos tão falhos quanto aqueles a quem apontamos os erros.
Numa sociedade tão corrompida como essa que vivemos, é comum vermos tais atitudes como estas que Stott mencionou. Podemos ficar tristes, abatidos, chateados até; mas o que estamos fazendo para mudar?

6 de maio de 2009

up! up! up!


Desde o início de curso de Teologia, minha sala tem o hábito de fazer um devocional no final da última aula. Seguimos a ordem da chamada, para que todos possam participar involuntariamente hehehe. Hoje foi meu dia.
Leitura: Josué 1: 7-9. Para os cristãos que lêem a Bíblia já conhecem: é o início do trabalho de Josué com o povo de Israel. Ensinado por Moisés (seu antecessor), Josué foi escolhido para levar o povo de Israel para a terra prometida (Canaã). Acho que o novo líder não estava tão a vontade, pois Deus lhe disse:

"Seja forte e muito corajoso. Tome cuidado e viva de acordo com toda a Lei que o meu servo Moisés lhe deu. Não se desvie dela em nada e você terá sucesso em qualquer lugar para onde for. Fale sempre do que está escrito no Livro da Lei. Estude esse livro dia e noite e se esforce para viver de acordo com tudo o que está escrito nele. Se fizer isso, tudo lhe correrá bem, e você terá sucesso".

As palavras de Deus a Josué servem para nós até hoje: não é fácil fazer a vontade de Deus e seguir os Seus mandamentos; por isso: SEJAMOS FORTES E CORAJOSOS.
Existem muitas coisas nos dias de hoje que nos fazem mudar o rumo de nossa vida (quando esta foi consagrada a Deus). As pessoas podem falar mal, dizendo que somos abitolados, fanáticos, etc. Até hoje a igreja é perseguida por causa do evangelho (veja o site do Portas Abertas no link ao lado). Ser cristão autêntico é para os corajosos.
E para que a força não falte, a outra mensagem de Deus para Josué é para que ele (e para nós) medite na Palavra de Deus de dia e de noite. Viver de acordo com a vontade de Deus não é tão simples como parece: não é somente ir ao culto, fazer uma oração de agradecimento pela refeição, ou participar de algum grupo de igreja. A vontade de Deus deve estar em todo o ser. Tudo em mim deve estar querendo servir a Deus. Uma música que eu canto quando iniciou as meditações é: "Espírito Santo de Deus, vem controlar todo o meu ser. Vem dirigir o meu viver, o meu pensar, o meu falar, o meu sentir e o meu agir". TUDO DEVE ESTAR EM SINTONIA, como numa dança: os passos da dança devem estar em sintonia com a música. E, bonitões e bonitonas, não é tarefa fácil colocar todo o nosso ser em sintonia; porém, se Deus disse que é possível eu fazer a vontade dEle, eu só preciso de FORÇA E CORAGEM.
E para finalizar por hoje, deixo o versículo 9, que encerra a primeira parte do capítulo 1 de Josué:
"Lembre da minha ordem: "Seja forte e corajoso! Não fique desanimado, nem tenha medo, porque eu, o SENHOR, seu Deus, estarei com você em qualquer lugar para onde você for!"


ELE ESTARÁ COM VOCÊ EM QUALQUER LUGAR QUE FOR! LEMBRE-SE DO SALMOS 23...

5 de maio de 2009

Torcedores Ocultos..


Desde domingo eu estou presenciando uma cena pitoresca: a dos torcedores ocultos. Vejo tantos por aí se mostrando. Com quem eu pergunto: "Tudo bem?", a resposta é: "Melhor ainda porque meu time ganhou domingo"; ou "Só não é melhor porque meu time perdeu domingo". SÉRIO??? Essas pessoas nunca haviam expressado qualquer sentimento em relação ao time; mas bastou o campeonato terminar que todos sairam das "tocas". Em momento algum, durante os jogos disputados anteriormente, houve uma demonstração de que eram torcedores, fanáticos, apaixonados pelo time. Nunca os vi com camisas do time "do coração". Será que sabem cantar o hino completo: ou somente o refrão (como na maioria dos casos).


Cenas como essa de domingo que verei pela semana inteira, me faz pensar sobre os cristãos. Quantos cristãos apaixonados por Cristo existem "em oculto".



São aqueles "apaixonados" que comparecem na igreja nas datas comemorativas: páscoa e natal. Ah, sim: nos cafés que as senhoras programam os "ocultos" aparecem - sempre compram uma cartão de bolo para ajudar.
São cristãos que não tem a preocupação de "vestir a camisa" de cristão. São cristãos que durante o ano não tem a preocupação de ler a Palavra de Deus (e depois, quando o Pastor fala algo que não entendem, dizem que ele "falou difícil"). Reclamam que o dirigente do culto deveria ser mais claro ao falar com o público.
Quando se é cristão o amor a leitura da Palavra é diária. Orar é diário. Pedir perdão é diário, falar de Jesus é diário. Quando se veste a camisa de Cristo (ser cristão de verdade é isso) o desejo de ter COMUNHÃO com os que compartilham da fé em Cristo é vivo.

CRISTÃOS OCULTOS SAIAM DO ANONIMATO. DECLAREM PUBLICAMENTE SEU AMOR A DEUS. VISTAM A CAMISA. SEJAM ATIVOS NA COMUNIDADE QUE CONGREGAM.


Fiquem com Deus.

1 de maio de 2009

Deus e eu no Sertão


Eu estava ouvindo essa música na televisão [é abertura de uma novela] e achei ela muito fofa; chama-se "Deus e eu no Sertão".
E fiquei imaginando a cena: Deus e eu no Sertão.
Deitados na rede, eu tocando um violão pra Deus ouvir. E Ele,com um mato no canto da boca, olhando para o céu estrelado, lembrando do dia da criação e repetindo baixinho, num suspiro de alegria: muito bom. Aquele sorriso maroto no canto da boca, ouvindo minha música.

Depois, Ele disse: É a sua vez de me ouvir tocar.
E Ele toca divinamente [:D]. E a Sua música embala minha rede, e a noite parece não ter fim. Deus tocando violão pra mim.
Enquanto eu durmo, lá esta Ele, tocando o violão e cuidando do meu sono. E nada de mau está por perto, porque Deus está na minha casa.
"Nunca vi ninguém viver tão feliz.. Deus e eu no Sertão".